Foto por: Filippo Monteforte

O técnico do Paraguai, Gerardo Martino, mostrou-se nesta segunda-feira satisfeito com “a partida quase perfeita” dos guaranis contra a Itália em sua estreia na Copa (1-1), na qual sua seleção cometeu um “único erro” que lhe custou o empate com a Azzurra.

“Esta noite, o trabalho foi quase perfeito. A única vez que falhamos nos custou o empate”, declarou o técnico à imprensa depois do empate com os atuais campeões do mundo.

A Itália aproveitou uma saída em falso do goleiro Justo Villar para igualar a partida no 18º minuto do segundo tempo com Daniele De Rossi, depois que Antolín Alcaraz marcou para o Paraguai no 39º minuto da primeira etapa.

“Há seleções que permitem errar. Mas há seleções que não permitem nenhum erro, como foi o caso da Itália hoje”, declarou. “São adversários contra os quais temos que jogar uma partida perfeita, sem nenhum tipo de erro” para ganhar.

No entanto, o técnico ficou satisfeito com o empate. “Para nós, o mais valioso é ter jogado uma partida em igualdade de condições com o último campeão do mundo”, disse. “Mas, além do resultado, acredito que enfrentar uma seleção com tanta força coletiva e individual nos deixa muito contentes”.