A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, rebateu há pouco as acusações de
prática de nepotismo, mas não quis se pronunciar sobre as críticas ao fato de
seu marido, Fábio Vaz de Lima, estar empregado no gabinete do senador Sibá
Machado (P T-AC), suplente de Marina no Senado.

Segundo a ministra, "o
convite foi feito pelo senador, e quem deve falar sobre isso é o senador". Mas
Marina afirmou que nunca empregou parente em seu gabinete, desde o início de sua
atividade política. "No meu gabinete, de vereadora a senadora, você não vai
encontrar um parente meu, e pode vasculhar o governo do Estado do Acre que não
vai encontrar nenhum tipo de indicação política da ministra Marina Silva",
disse.

As declarações foram feitas após a ministra inaugurar um sistema
de cadastro informatizado de licenciamento ambiental, na sede do Instituto
Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).