O ministro do Planejamento, Guido Mantega, comemorou há pouco a redução de 2,5 pontos percentuais na taxa básica de juros, a Selic, que caiu de 24,5% para 22% ao ano. “O Banco Central foi além da expectativa do mercado. Nos deu essa grata surpresa”, comentou o ministro.

Ele observou que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central permite agora ao governo vislumbrar uma curva de juros descendente e, conseqüentemente, a retomada dos investimentos e do crescimento econômico.