A doméstica desempregada Vera Lúcia de Oliveira, de 40 anos, e quatro de seus cinco filhos morreram carbonizados durante um incêndio no casebre em que viviam, no Morro da Cruz, zona leste de Porto Alegre, no final da noite de domingo. Acionados pelos vizinhos, os bombeiros conseguiram apagar as chamas, mas não encontraram sobreviventes entre os destroços

Os vizinhos disseram que o fogo consumiu a residência de dois cômodos em menos de 15 minutos. Eles acreditam que a tragédia tenha sido provocada pela queda de uma vela sobre um colchão. Todo o bairro estava às escuras desde o final da tarde, quando um temporal havia danificado a rede elétrica

Thiago de Oliveira, de 17 anos, foi o único sobrevivente da família. Ele estava na casa da frente, com vizinhos, e viu sua mãe jogando um colchão em chamas para fora do pátio. Em seguida, ela tentou socorrer as crianças, mas não conseguiu mais sair. As chamas impediram que Thiago e os vizinhos pudessem tentar resgatar as vítimas

Além de Vera Lúcia, morreram Taiane de Oliveira Brum, de 14 anos; Bruno de Oliveira Brum, de 12 anos; Brenda de Oliveira Brum, de seis anos; e Cauã Guilherme de Oliveira Marcolino, de cinco meses