O candidato petista à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu hoje, em seu comitê central, na capital paulista, representantes da Anistia Internacional. Segundo Tim Cahill, pesquisador da entidade no Brasil, a Anistia está procurando os principais presidenciáveis para que a questão dos direitos humanos entre na pauta das eleições.

O pesquisador reclamou, no entanto, da dificuldade em agendar os encontros com os presidenciáveis. Lula foi o primeiro a se reunir com os representantes da entidade. ?Passamos dois meses ligando e tentando contato com os quatro presidenciáveis todos os dias. Dai dá para se ter uma noção da dificuldade que se tem para inserir a questão dos direitos humanos no debate eleitoral?, afirmou Cahill.

Ainda nesta quinta-feira, os representantes da entidade devem se encontrar com o candidato da Frente Trabalhista, Ciro Gomes. Anthony Garotinho (PSB) agendou o encontro para o próximo sábado. Até o momento, segundo o Cahill, o candidato do PSDB, José Serra, ainda não marcou reunião com a entidade.

O teor da conversa com Lula e também com a que terão com Ciro Gomes será divulgado em coletiva de imprensa da Anistia, marcada para às 11h de amanhã, em São Paulo. Eles apenas adiantaram que vão entregar a todos os presidenciáveis uma carta da entidade. Lula não falou com a imprensa após a reunião desta tarde com os representantes da Anistia.