O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o dia de hoje, sem compromissos oficiais, na Granja do Torto. Amanhã (22), às 8 horas, o presidente embarca para uma viagem à Coréia do Sul e ao Japão. A chegada a Seul, capital coreana, está prevista para a noite de segunda-feira (23). No dia seguinte, Lula participará do VI Fórum Global sobre Reinvenção do Governo. Ele também terá um encontro com o presidente coreano Roh Moo-Hyun e estará na cerimônia de encerramento do Seminário sobre Investimentos no Brasil.

De acordo com a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, Lula vai tentar ampliar o intercâmbio comercial entre Coréia do Sul e Brasil, que já ultrapassa os US$ 3 bilhões. Para isso, o presidente tem encontros marcados com vários empresários daquele país. Nesta visita, devem ser concluídos memorandos de entendimento sobre o estabelecimento de Centro de Tecnologia da Informação no Brasil e a criação de Comitê Consultivo Agrícola.

Na tarde da quinta-feira (26), Lula participará de uma reunião com o primeiro-ministro japonês Junichiro Koizumi. Na pauta do encontro, está a agenda bilateral e a reforma do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

No dia seguinte (27), o presidente será recebido pelo imperador do Japão, Akihito. Lula também terá encontros com empresários japoneses. À tarde, ele participa da cerimônia de encerramento da Reunião Conjunta do Comitê de Cooperação Econômica CNI-Keidanren e do Seminário Brasil-Japão: Oportunidades de Investimento. Nos dois eventos, serão apresentados painéis sobre etanol, turismo e tecnologia da informação.

Além do presidente, 432 empresários brasileiros e nove ministros de Estado participarão da viagem. A comitiva retorna ao Brasil no dia 29.