O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, esteve reunido por meia hora na manhã desta segunda com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tentativa de se defender das acusações de envolvimento no esquema de fraudes em licitações de obras públicas. O encontro foi no hotel onde o presidente está hospedado, em Assunção, no Paraguai. Segundo fontes do governo, Lula ouviu atentamente a defesa do ministro.

O presidente, segundo as mesmas fontes, assistiu ontem à noite ao vídeo divulgado pela Polícia Federal, que mostra um assessor do ministro recebendo um envelope da secretária da empresa Gautama, responsável pelo esquema. Rondeau integra a comitiva do presidente na viagem ao Paraguai.