O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, afirmou na tarde desta segunda-feira (10) que a agressividade e a troca de acusações no debate de ontem entre os candidatos à Presidência se devem à desvantagem do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin nas pesquisas de opinião. Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, avaliou, teve a oportunidade de se apresentar mais tranqüilo.

Aldo Rebelo observou que ainda há tempo para os eleitores se informarem sobre as propostas de cada candidato e devem ocorrer outros debates.

Plenário

O presidente da Câmara ainda afirmou que espera um bom quorum para avançar nas votações do Plenário desta semana. Ele destacou que as votações já foram acertadas com os líderes de todos os partidos. Na opinião de Aldo Rebelo, a pauta deve restringir-se às medidas provisórias.