O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) evitou hoje assumir compromisso de aumento de salário mínimo já no ano que vem, mas disse que fará o melhor possível para melhorá-lo. A informação foi dada hoje pelo secretário geral do PT e um dos articuladores políticos da transição, Luiz Dulci.

De acordo com Dulci, o Orçamento de 2003 foi elaborado pelo governo e a equipe de transição fará apenas ajuste ao texto. Dulci disse que o aumento do mínimo está sendo estudado e prometeu que o valor será dobrado durante o governo Lula. “Seu compromisso [o de Lula] é dobrar o valor do salário mínimo em quatro anos. Isso deve ser feito por etapas”, afirmou. (Correio Web/FolhaNews)