O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemorou hoje (3) a superação, em setembro, da meta anual de exportações de US$ 112 bilhões. "Espero que o ministério (do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) possa estourar hoje uma champagne para comemorar. Estou achando que vamos chegar logo a US$ 120 bilhões", disse Lula, na abertura do 6º Seminário da Indústria Brasileira da Construção em São Paulo.

O ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior buscará o desafio de encerrar o ano com até US$ 116 bilhões em vendas ao exterior. Nesta manhã, o ministro Luiz Fernando Furlan decidia com sua equipe técnica entre uma nova meta mais prudente, de US$ 115 bilhões, e uma mais arrojada, de US$ 116 bilhões. O anúncio oficial da meta está previsto para hoje, às 16h30, numa cerimônia no Centro Cultural do Banco do Brasil.

Caso alcance este volume, o país estará bem perto de atingir o objetivo definido ainda no início deste governo, de dobrar o volume de vendas em relação a 2002. Naquele ano, as exportações totalizaram US$ 60 bilhões e, de acordo com as previsões de Furlan, "bem antes do final de 2006 alcançaremos os US$ 120 bilhões".