O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanha hoje, no Amazonas, o início das obras do gasoduto Urucu-Manaus, um empreendimento que, quando concluído, levará gás natural para a capital amazonense e municípios localizados ao longo dos seus 670 quilômetros de extensão. O evento será marcado por uma cerimônia simbólica às 10h30, quando Lula e comitiva assistem, na cidade de Coari, à primeira solda da tubulação do gasoduto, a ser construído pela Petrobras.

O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, o governador do Amazonas, Eduardo Braga, e o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, participam da solenidade.

O gasoduto, cuja conclusão está prevista para março de 2008, vai transportar gás natural produzido no campo petrolífero de Urucu, região de Coari, onde a estatal extrai petróleo desde 1998.

Ainda hoje, Lula cumpre outros compromissos no estado. No início da tarde, após deixar Coari, almoça com o governador Eduardo Braga, em Manaus e, na seqüência, visita as instalações da usina termelétrica de Jaraqui. Depois (17 horas), acompanhado do ministro das Cidades, Márcio Fortes, participa da cerimônia de assinatura de contratos repassando R$ 48,6 milhões para a urbanização de sete assentamentos, seis localizados em Manaus e um no município de Humaitá. Os recursos são do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS).