O líder do governo na Câmara dos Deputados, Professor Luizinho (PT-SP), usou hoje a tribuna da Casa para criticar a reportagem do jornalista Larry Rohter, publicada no fim de semana pelo New York Times, dando conta do suposto envolvimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com bebidas. De acordo com o líder, a matéria é “caluniosa, mentirosa, preconceituosa e sem nenhum fundo de comprovação”.

Luizinho afirmou que, ao escrever a matéria, o jornalista americano atingiu a representação máxima do Brasil e buscou desqualificá-la internacionalmente. A matéria, na opinião do deputado, é inaceitável, ofensiva, “está dentro do jogo de luta de interesses internacionais, atingiu a instituição da Presidência da República e será respondida nos órgãos internacionais”. O parlamentar lembrou que, na reportagem, não existem dados, nem informaçoes informações concretas sobre nenhuma ação.

Ele ressaltou, no entanto, que a imagem do país está preservada. “Temos a tranqüilidade da força e da energia do presidente Lula na defesa do nosso país em todos os continentes, e isso nos dá a tranqüilidade de colocarmos o país cada vez mais no cenário internacional”, afirmou.

O líder petista fez questão de parabenizar os líderes da oposição, José Carlos Aleluia (PFL-BA) e Custódio Mattos (PSDB-MG), que também condenaram a matéria do New York Times e se manifestaram em defesa da instituição Presidência da República.