O líder do PMDB na Câmara, José Borba (PR), vai participar do encontro da cúpula governista do PMDB com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, às 16 horas, no Palácio do Planalto. Ele foi convidado há pouco pelo ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu. Assim que soube que não estava na lista de convidados, Borba tratou de avisar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e o líder do partido no Senado, Renan Calheiros, que a bancada na Câmara não participaria de nenhum acordo com o Planalto se não tivesse representante na negociação. Foi o presidente Sarney que se movimentou para contornar o incidente político com o ministro Dirceu. A iniciativa da reunião com o PMDB foi do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que na semana passada propôs a Sarney e Renan uma reunião para discutir a posição do PMDB na reforma ministerial