O Comitê Gestor do Leite da Vila Torres, que funciona no Colégio Estadual Manoel Ribas, na Rua Guabirutuba, em Curitiba, vai ganhar uma sala exclusiva para o Programa Leite das Crianças, com uma linha telefônica e computador, além de um funcionário. Até hoje, o trabalho de recebimento e distribuição do leite, e o cadastramento das famílias, é feito por membros do comitê e funcionários do colégio, numa sala improvisada.

A reformulação no posto de distribuição do Programa Leite das Crianças na Vila Torres faz parte de um plano para que a meta de crianças atendidas no local seja alcançada até o fim do ano. Hoje 202 crianças estão sendo beneficiadas, mas esse número deve ser elevado para 450. Em Curitiba, nos oito comitês, compreendendo 70 postos de distribuição, são atendidas com um litro de leite por dia dez mil crianças. No Paraná, o número alcançado já é de 161 mil crianças, entre seis meses e três anos.

Entre outras melhorias no posto da Vila Torres foram adquiridos também mais dois congeladores. ?Queremos dar ritmo ao comitê com reuniões freqüentes com a famílias envolvidas e a divulgação de outros programas que possam beneficiar essas pessoas, como o Bolsa-Família?, propõe o secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Padre Roque Zimmermann. Com o computador, o primeiro trabalho será uma revisão do cadastro das famílias para que o benefício chegue às pessoas que realmente necessitam de ajuda.

Além do Bolsa-Família, outros programas divulgados pela Secretaria do Trabalho para a Vila Torres são o de Qualificação Profissional, Economia Solidária e Cozinha Comunitária. ?Um grupo de pessoas para serviços sociais e comunitários está sendo preparado para atuar na Vila Torres e na Vila Zumbi. E com parcerias, está funcionando um Consórcio Social da Juventude com 68 jovens só da Vila Torres. Mais 200 deverão ser integrados até o fim do ano?, espera Ilário Zarembski, chefe do escritório da Secretaria em Curitiba.