Edílson Buba vai passar
mais um período na cadeia.

Nem a polícia, nem a Justiça estão amenizando a situação do ex-BBB, Edilson Buba, 33 anos, preso desde o dia 26 por tráfico de drogas. Na tarde de hoje o juiz Edivino Bochnia, da 2ª câmara criminal do Tribunal de Alçada, indeferiu a liminar do habeas corpus, solicitado pelos advogados de defesa de Buba, Marden Maués e Rogério Bothelho.

Segundo a defesa do empresário, o juiz disse ter negado o pedido de liberdade provisória por que precisa de mais tempo para estudar o caso (Leia mais na edição de amanhã do jornal Tribuna do Paraná).