As taxas médias de empréstimo pessoal e de cheque especial tiveram uma leve queda na primeira semana de agosto, de acordo com pesquisa da Fundação Procon de São Paulo feita com 10 bancos entre os dias 5 e 6 deste mês. Das 10 instituições pesquisadas, duas reduziram suas taxas de empréstimo pessoal, enquanto duas aumentaram. As outras oito instituições mantiveram as taxas. No cheque especial, a pesquisa constatou que apenas um banco reduziu a taxa.

Nas operações de empréstimo pessoal, o Procon constatou um leve recuo na taxa média mensal dos bancos pesquisados que caiu de 5,23% para 5,16%. Das 10 instituições pesquisas, as que reduziram as taxas dessas operações foram o HSBC (de 4,99% para 4,54% ao mês) e o Banco do Brasil (de 4,99% para 4,49% ao mês). Em contrapartida, o Banespa subiu a taxa de 5,60% para 5,78% e o Real, de 5,60% de 5,70%. As demais instituições, segundo o Procon, mantiveram as taxas cobradas.

No cheque especial, o Procon constatou que a taxa média mensal foi de 7,99%, praticamente a mesma cobrada em julho, de 8 00%. Entre as instituições pesquisadas, apenas a Caixa Econômica Federal reduziu a taxa, de 7,49% ao mês para 7,30%.

Não houve alteração nas taxas das outras nove instituições. Os bancos pesquisados pelo Procon foram HSBC, Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander, Nossa Caixa, Real e Unibanco.