O julgamento do goleiro Diego, do Atlético, que deveria acontecer hoje foi adiado. Os auditores do STJD pediram uma semana de prazo para analisar as novas provas enviadas pelo clube paranaense. Dependendo do parecer dos auditores, o caso pode ter continuidade ou ser encerrado.

De acordo com o advogado Gil Justen Santana, os documentos enviados pelo Atlético mudaram o entendimento que os auditores tinham do processo. ?Como nós trouxemos provas que contradizem o que o Coritiba colocou no processo, isso mereceria uma especial análise deles?, disse Santana. Segundo ele, o adiamento do julgamento partiu do STJD, na 3.ª comissão disciplinar, e pegou o clube de surpresa. ?Foi entendimento da comissão e o Atlético só tem que cumprir e aguardar o julgamento na próxima semana?, destaca (leia mais na edição de amanhã dos jornais O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná).