Limeira (AE) – O Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou, nesta quarta-feira, o pedido de liminar do advogado Sérgio Baptistella e o jogador Piá deve ser liberado rapidamente. A expectativa é que ele deva ser solto da Cadeia Pública de Limeira nesta quinta-feira, assim que a papelada chegar ao local.

Piá está preso desde o 3 de julho, quando se preparava para a partida do seu clube, o Santa Cruz, contra o União Barbarense, em Santa Bárbara d’Oeste, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Ele acabou detido sob duas acusações: não pagar pensão alimentícia do filho e por porte ilegal de arma.

No final da semana passada, a defesa conseguiu transformar a pena criminal de um ano de prisão por parte ilegal de arma em três cestas básicas. Agora conseguiu uma liminar para a pena de 60 dias imposta pela Justiça Cível. Enquanto isso, seu advogado vai tentar um acordo com a mãe da criança para dividir a dívida total de R$ 64.384,92. Inicialmente foi pago R$ 7,2 mil e a proposta é pagar mais R$ 17,2 mil em dinheiro, com o parcelamento sendo garantido com a penhora de bens.

Piá espera ser solto para se apresentar, o mais rápido possível, ao Santa Cruz, em Recife (PE). Afastado do elenco há quase duas semanas, o meia corre o risco de ser dispensado assim que chegar ao Estádio do Arruda.