Antonio Lamas, irmão do ex-tesoureiro do Partido Liberal (PL), Jacinto Lamas, deve prestar depoimento hoje na Polícia Federal em Brasília. Ele aparece na lista de sacadores das contas do publicitário Marco Valério no Banco Rural.

De acordo com lista apresentada à Polícia Federal pela gerente financeira da SMP&B, Simone Vasconcelos, na semana passada, Antonio e o irmão Jacinto seriam os responsáveis pelo saque de R$ 2,4 milhões entre setembro 2003 e fevereiro 2004.

Na semana passada, Jacinto Lamas prestou depoimento e confirmou que fazia os saques a pedido do presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto. No dia 1º deste mês Costa renunciou ao mandato de deputado federal.

A Polícia Federal não informou o horário do depoimento.