Um diplomata iraniano seqüestrado sob misteriosas circunstâncias no Iraque há dois meses foi libertado ontem, informou hoje a agência de notícias Irna. Jalal Sharafi, segundo secretário da Embaixada do Irã em Bagdá, retornará a Teerã ainda hoje, informou à agência estatal iraniana. A Irna não informa como nem por que Sharafi foi libertado.

Em Bagdá, um funcionário da embaixada iraniana confirmou a libertação do diplomata ontem. Sharafi foi seqüestrado em 4 de fevereiro, quando seu carro foi interceptado por homens armados no bairro bagdali de Karradah. O Irã atribuiu o seqüestro a uma unidade militar iraquiana subordinada ao Exército dos Estados Unidos. O comando militar americano nega ter envolvimento no seqüestro.