As projeções do mercado para o IPCA de 2005 caíram de 6,38% para 6,35% em
pesquisa semanal do Banco Central divulgada hoje. Essa foi a segunda queda
consecutiva das projeções após um período de 11 semanas seguidas de elevações.
Apesar do recuo, o porcentual projetado ainda está distante da meta de 5,1%
perseguida pelo Comitê de Política Monetária. A mesma pesquisa registrou uma
redução das projeções do IPCA para este ano das instituições Top 5 de 6,48% para
6,35% no cenário de médio prazo.

As expectativas de IPCA para maio
ficaram estáveis em 0 57% e as previsões para junho recuaram de 0,40% para
0,36%. As expectativas de IPCA para 2006 permaneceram estáveis em 5,0% na mesma
pesquisa divulgada hoje pelo Banco Central. Apesar da estabilidade, o porcentual
ainda é superior ao centro da meta de 4,5% fixado pelo Conselho Monetário
Nacional.

As projeções de IPCA em 12 meses à frente, por sua vez,
recuaram de 5,46% para 5,38%. Na semana passada, as estimativas de IPCA em 12
meses à frente haviam ficado estáveis em 5,46%.