Começou há pouco a reunião do ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, com
representantes dos fornecedores de insumos agrícolas para discutir a
operacionalização das linhas de crédito que destinam recursos para que os
produtores quitem seus débitos junto a essas empresas. No começo de junho, o
Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou a
liberação de R$ 1 bilhão para pagamento desses débitos. Para esse mesmo fim, o
governo anunciou posteriormente mais R$ 3 bilhões provenientes do Banco Nacional
de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O encontro está sendo
realizado na sede da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), em São
Paulo, e conta com a presença de dirigentes das entidades que reúnem empresas
produtoras e fornecedoras de adubos e fertilizantes, sementes, defensivos
agrícolas, medicamentos veterinários, ração, máquinas agrícolas e do sistema
financeiro. Rodrigues entrou para a reunião sem falar com a imprensa.