Brasília ? Após reunião hoje (9), com Sérgio Mendonça, secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, os representantes dos funcionários decidiram manter a greve do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Os servidores saíram da reunião, há pouco, afirmando que o Ministério não quis negociar conjuntamente a situação dos trabalhadores do INSS, Ministério da Saúde e do Trabalho ? todos em greve.

Já Sérgio Mendonça confirma a versão dos trabalhadores, mas diz que "foram os grevistas que colocaram um muro na negociação", já que o governo discutiria hoje uma proposta para o fim da greve somente no INSS.

Os manifestantes saíram da reunião e, neste momento, ocupam o gabinete do ministro da Previdência, Nelson Machado. Querem que o ministro faça a intermediação nas negociações do fim da greve, que já dura dois meses.