Brasília – De acordo com boletim divulgado há pouco pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), 14,8% dos 553 vôos programados para voar entre a meia-noite e as 10h30 da manhã de neste sábado (31) foram cancelados. Isso significa que, de cada sete vôos, um não decolou ou pouso em algum dos seus destinos previstos. No mesmo período, os atrasos de mais de uma hora chegaram a 18,3% dos vôos, ou seja, quase um em cada cinco.

Os aeroportos que registram maior percentual de cancelamentos são Recife (PE), com 62,5% dos vôos cancelados, Brasília (DF), com 41,7%, e Salvador (BA), onde 35,1% dos vôos não decolaram ou aterrissaram.

Em Cuiabá, dos sete vôos programados para o período, três estão atrasados em mais de uma hora, o que equivale a mais de 40%. Em Manaus (AM) esse número chegou a 41,7%, com cinco dos 12 vôos atrasados.

No Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, dos 86 vôos agendados, 18 estão atrasados em mais de uma hora e três foram cancelados. No Aeroporto Internacional de Guarulhos/São Paulo, os números são de 16 atrasos e 15 cancelamentos, entre os 83 vôos que deveriam ter chegado ou saído do aeroporto.