Curitiba fechou o ano de 2003 com os índices de inflação mais baixos do País. No IPCA, a variação foi de 7,33% – contra 11,18% em Belo Horizonte, que registrou a taxa mais elevada. No INPC, Curitiba teve alta de 7,47%, enquanto Belo Horizonte figurou com o maior índice: 12,09%. Em dezembro, Curitiba ficou com o segundo menor índice do País, tanto no IPCA (0,33%) quanto no INPC (0,22%).

Em dezembro, as variações de preços nos grupos do IPCA na capital paranaense foram as seguintes: Alimentos e Bebidas (-0,23%), Habitação (0,33%), Artigos de Residência (0,21%), Vestuário (0,41%), Transportes (0,70%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,15%), Despesas pessoais (1,12%), Educação (0,03%) e Comunicação (0,05%).

No INPC, as variações foram: Alimentos e Bebidas (-0,26%), Habitação (0,23%), Artigos de Residência (0,13%), Vestuário (0,56%), Transportes (0,39%), Saúde e Cuidados Pessoais (-0,09%), Despesas pessoais (2,00%), Educação (0,27%) e Comunicação (0,09%).