A Operação Verão, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), já registrou em todo o país 178 mortos entre os dias 18 e 23 deste mês. São 30 mortes a mais em relação ao mesmo período do ano passado. O objetivo da operação é reduzir o número de acidentes e promover a segurança nas estradas.

Um dos fatores causadores de acidentes nas rodovias é a imprudência. Dos 28.178 mil acidentes ocorridos entre janeiro e março deste ano, 25.991 mil foram causados por fatores como falta de atenção, ultrapassagem indevida e ingestão de álcool. Segundo o chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito da PRF, Alvarez Simões, o motorista deve tomar cuidados básicos ao pegar a estrada. "É importante, ao sair para viajar, fazer a checagem de praxe do veículo. Se quiser chegar depressa é melhor ir devagar. A pressa é a grande inimiga nesse momento. A euforia pode prejudicar os festejos dos que utilizam a rodovia neste fim de ano", pondera.

Na operação 2003/2004, foram registrados 2.765 mil acidentes a mais do que no ano anterior. Simões explicou que esse aumento deve-se ao crescimento da frota de veículos e do aquecimento da economia. "O crescimento econômico favorece a ocorrência de acidentes, o que acaba sendo um fator desfavorável", explicou. Segundo ele, o aumento do poder aquisitivo da população intensifica o tráfego nas rodovias. Neste ano a operação já registrou 2.576 acidentes nas rodovias nos seis primeiros dias de atuação.

Durante a operação, que vai até o dia 27 de fevereiro, policiais orientam os motoristas sobre os principais cuidados que devem ter com os carros, além de distribuir folhetos educativos, um guia fácil do Código de Trânsito Brasileiro e um livro com informações para as crianças.