A assessoria de imprensa da importadora Columbia Trading negou que a companhia seja sócia da Daslu. Segundo ela, a Columbia Trading é uma importadora que está há mais de 60 anos no mercado e que a loja Daslu é apenas mais de um de seus clientes. Para a assessoria, "não é crime a empresa (Columbia Trading) vender ou deixar de vender produtos importados seja para a Daslu ou para qualquer outro estabelecimento".

Há 15 dias, a Daslu voltou a ser alvo de novas acusações de sonegação de impostos. A Justiça Federal de Itajaí, em Santa Catarina, mandou apreender no porto e leiloar uma carga avaliada em cerca de R$ 1,7 milhão, importada exatamente pela Columbia Trading supostamente a pedido da Daslu. A empresa não teria informado à Receita Federal que a encomenda seria da butique, o que teria provocado o não pagamento de mais de R$ 300 mil em impostos.

Sobre isso, a Original 123 informou que a Columbia Trading está discutindo a questão na Justiça. A assessoria acredita que o fato de algumas embalagens estarem com um selo da Daslu podem ter provocado a desconfiança de que a importação era destinada à butique.