A taxa de investimento em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) ficou em 20,8% no terceiro trimestre, maior do que a taxa de 20 4% registrada no terceiro trimestre de 2005. Os técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) só consideram corretas as comparações da taxa em relação a igual período de ano anterior e, por isso, não é possível comparar o desempenho do terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre no que diz respeito à taxa de investimento. A taxa apurada no terceiro trimestre deste ano foi a segunda maior para o período desde o início da série em 1995, perdendo apenas para o terceiro trimestre de 2004, quando chegou a 20,9%.

A taxa de poupança bruta em relação ao PIB foi de 25,2% no terceiro trimestre, também superior aos 24,3% no terceiro trimestre de 2005. O IBGE divulgou também que o PIB no terceiro trimestre foi de R$ 542,1 bilhões e acumulou, de janeiro a setembro deste ano, R$ 1,5 trilhão. O IBGE divulgou no mês passado a variação do PIB no terceiro trimestre de 0,5% ante o segundo trimestre e de 3,2% sobre igual trimestre de 2005. No ano até setembro, o PIB evoluiu 2,5%.