A senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) demitiu ontem Antonio Jacinto Filho, funcionário de seu gabinete no Senado que vinha sistematicamente enviando e-mails para divulgar a agenda dela de candidata à Presidência.

A conduta é vetada pela Legislação Eleitoral, que proíbe usar bens públicos móveis ou imóveis em benefício de candidatos. O caso foi relatado pelo jornal Correio Braziliense, na edição de ontem. "Passei toda a minha vida com rigor ético, implacável, desafiando qualquer canalha do mundo da política", afirmou, ao justificar a demissão. "Infelizmente (Jacinto Filho) é um bom pai, um bom rapaz, mas teve de ser demitido.

Para exemplificar o "rigor ético", Heloísa Helena contou que nunca usou a gráfica do Senado, apesar de ter direito.