O ministro das Comunicações, Hélio Costa, manifestou hoje a intenção de permanecer à frente do Ministério por mais um ano. Ele disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já deixou "bem claro" que este não é o momento de se falar em reforma ministerial. "Se amanhã ele (Lula) me pedir para continuar, eu acho que eu posso considerar sim, pelo menos por mais um ano, porque eu acho que a implementação desse sistema de internet banda larga é muito importante", disse o ministro, manifestando a vontade de tocar o projeto de levar acesso à internet via banda larga sem fio às comunidades. "Mas estou aqui apenas cumprindo uma missão", completou.

Costa disse que está na pasta das Comunicações a convite do presidente Lula e do PMDB. "Mas, antes do meu partido, tem a decisão do presidente da República. Cabe a ele", disse o ministro em entrevista coletiva. Segundo Costa, a participação do PMDB no segundo mandato de Lula é um assunto que está sendo tratado pela "liderança" do PMDB. "Tenho conversado com meus companheiros e não tenho tido nenhuma informação se fico ou saio porque não é o momento", disse o ministro.