Não houve acordo entre representantes da montadora Volkswagen-Audi, em São José dos Pinhais, e os metalúrgicos, na audiência conciliatória realizada hoje no Tribunal Regional do Trabalho, em Curitiba. Com isso, a greve dos funcionários da montadora vai para o terceiro dia. Uma nova audiência foi marcada para amanhã, às 16h. Caso não haja acordo, mais uma vez, o TRT deverá marcar julgamento para dissídio coletivo – fato que não ocorre desde a última greve na montadora, em 2000. 

A paralisação dos metalúrgicos começou na segunda-feira, após assembléia da categoria realizada no portão do montadora. Hoje, uma nova assembléia foi realizada, com o portão principal da fábrica aberto. Nenhum funcionário quis entrar. Cerca de 2.500 trabalhadores deflagraram greve, por tempo indeterminado (leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná).