Como parte dos preparativos para a 3ª Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena (COP3) e a 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Biodiversidade Biológica (MOP8), que acontecem a partir da próxima semana em Curitiba, o Governo do Paraná investe na melhoria da infra-estrutura das vias de acesso aos locais dos eventos na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Terminam nos próximos dias as obras de recuperação da rodovia que liga Curitiba a Pinhais (PR-415). Segundo o secretário dos Transportes, Waldyr Pugliesi, o Governo do Paraná aplica cerca de R$ 500 mil na recuperação dos 4,6 quilômetros do segmento duplicado da via. As obras contam com os esforços do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e com o apoio das prefeituras dos municípios de Curitiba e Pinhais.

?Além da recuperação do pavimento, estão sendo realizados serviços de conservação, limpeza e paisagismo. Para aumentar a segurança da via, o DER trabalha também na renovação da sinalização horizontal (pintura de faixas)?, informa o secretário.

Segundo Pugliesi, as prefeituras ajudaram na realização dos serviços fornecendo mudas de plantas, tampas de bueiros e mão de obra na realização da roçada. Outra parte da força de trabalho foi formada pelos detentos, que realizam serviços em rodovias estaduais por meio de um convênio firmado com o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen).

As obras tiveram início no mês de fevereiro e beneficiam grande parte da população da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que se desloca todos os dias entre Pinhais e a Capital.

O secretário destaca a importância da rodovia por ser o principal acesso ao Expo Trade, em Pinhais, local que abrigará grande parte das reuniões e atividades das duas conferências nas últimas semanas deste mês.

?Os organizadores prevêem que Curitiba receba cerca de 6 mil visitantes e grande parte deles vem de outros países. Por isso é tão importante propiciar qualidade em termos de deslocamento e infra-estrutura?, conclui.