Greve na Polícia Federal
está próxima de acabar.

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, reabre na próxima quarta-feira, dia 2, as negociações com representantes da Polícia Federal. O anúncio foi feito hoje, pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Francisco Garisto,
depois de uma reunião de meia hora com o ministro Thomaz Bastos e o presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT-SP). Ao final da reunião, o ministro não quis falar.

A retomada das negociações foi intermediada por João Paulo Cunha, que conseguiu convencer os policiais federais a suspenderem a greve no dia 7 de maio, depois de 60 dias de paralisação.

A principal reivindicação dos policiais federais, que recebem salários de nível médio, é que o governo cumpra a determinação da Lei 9.266, segundo a qual esses policiais devem receber salários de nível superior. Nas negociações, que serão retomadas na próxima semana, os policiais vão reivindicar a reposição dos dias parados, que o governo mandou descontar do período de paralisação.