O governo do Estado do Paraná vai recorrer ao mecanismo de Parcerias Público-Privadas (PPP) para captar os recursos necessários para construção do Centro Judiciário do Ahu. O anteprojeto de lei que autoriza o poder Executivo a transferir ao Judiciário o imóvel do Estado onde hoje funciona a Prisão Provisória de Curitiba foi assinado nesta quinta-feira pelo governador em exercício, Oto Luiz Sponholz.

O anteprojeto passará pela aprovação da Assembléia Legislativa. “A construção do Centro Judiciário do Ahu é um dos grandes projetos do governador Roberto Requião e a Assembléia analisará rapidamente o projeto de lei. O Centro dará ao Judiciário do Paraná um espaço físico ideal, além de centralizar as ações da Justiça aqui em Curitiba”, afirmou o deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa, Hermas Brandão.