Um estudo elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional afirma que o governo federal vem aumentando seus gastos na área social. Segundo o documento, divulgado hoje (8), o órgão com maior crescimento de despesa, ano passado, foi o Ministério da Saúde (14,7%). O segundo maior crescimento foi do Ministério de Educação, cuja despesa aumentou 18,5%. Os gastos com investimento gerais do governo federal teriam crescido 12% em 2005. O Ministério da Cultura teria apresentado o maior crescimento, com 153%.

De acordo com o estudo do Tesouro Nacional, o "esforço para aumentar os investimentos deve persistir" em 2006. E afirma que os benefícios indexados ao salário mínimo deverão crescer entre 2% e 3% este ano. O texto diz ainda que o gasto público do governo federal é, em sua maioria, "constituído de transferências a indivíduos e outros entes".

Em 2005, de acordo com o documento, as despesas associadas a benefícios cresceram 16,7% em relação a 2004. Segundo o Tesouro, as despesas com o funcionamento do Legislativo e Judiciário cresceram 18,5% em 2005.