Brasília ? Voltou a terminar sem sucesso uma reunião de representantes do governo federal com as entidades de trabalhadores do Instituo Nacional do Seguro Social (INSS). O encontro ocorreu, hoje (13), entre o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e representantes sindicais.

Os servidores do INSS estão em greve há cerca de 40 dias, sem chegar a um acordo com o governo federal. Os trabalhadores pedem um reajuste de 18% de seus salários. Durante a reunião de hoje, segundo nota divulgada à imprensa pelo Ministério do Planejamento, Bernardo garantiu que o pagamento de gratificações, no ano que vem, representará um reajuste de até 17%. O argumento não foi aceito pelos trabalhadores.