O secretário do Desenvolvimento Urbano, Renato Adur, e o secretário da Educação, Maurício Requião, assinaram nesta quarta-feira ordens de autorização para licitação de obras no valor de R$ 1,479 milhão que, somados a outros R$ 170 mil já liberados, vão permitir a completa reurbanização do centro de Castro, uma principais cidades históricas e turísticas do Paraná.

Entre as obras a serem executadas estão a melhoria de 38 mil metros quadrados de ruas, a construção de 12 mil metros quadrados de calcadas, de 10,3 mil metros de galerias, além de obras de paisagismo, iluminação e sinalização. Os recursos para a execução do projeto são do Fundo de Desenvolvimento Urbano e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O prefeito Reinaldo Cardoso lembrou que no governo anterior percorria os gabinetes do Estado tentando viabilizar os recursos para as obras de revitalização urbana da cidade, mas que somente agora, com o apoio dos secretários Maurício Requião e Renato Adur, conseguiu a aprovação do projeto.

“O município de Castro sempre teve uma importância turística muito grande, mesmo assim foi tratado com desprezo no governo passado e nem o direito constitucional de buscar empréstimos para atender nossa comunidade era respeitado”, desabafou o prefeito.

O secretário Renato Adur destacou: “O governo hoje atende os municípios com critérios técnicos e procura trabalhar com o planejamento dos municípios observando a capacidade de endividamento de cada prefeitura. É assim que contratamos os empréstimos”.

Já o secretário Maurício Requião lembrou que a liberação dos recursos para o município de Castro é um reconhecimento do governo para as necessidades da população. “É uma forma de recuperar a degradação dos equipamentos urbanos, alguns dos quais de grande valor históricos”.