Brasília – Depois da divulgação do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), prevista para segunda-feira (22), o governo definirá as ações de fomento para a implementação da TV digital no país. A primeira transmissão pelo sistema já tem data marcada, 3 de dezembro, segundo o que ficou definido na última reunião do Comitê de Desenvolvimento do sistema brasileiro de TV Digital, realizada na quarta-feira (17).

O assessor especial da Casa Civil, André Barbosa, que integra o Comitê, informou que deverão ser apresentadas as medidas de apoio à radiodifusão, à indústria do setor e à produção de conteúdos. O financiamento virá dos fundos setoriais de Ciência e Tecnologia, e de linhas de fomento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os recursos são para a implementação do padrão japonês, para continuar com as pesquisas na área e para a cooperação técnica com países da América Latina.

?O governo vai liberar recursos para continuar as pesquisas de desenvolvimento. Aqui, o sistema da TV digital é um exemplo de projeto acadêmico, moderno, e isso deve continuar com as expectativas de procurar mais inovações?, comentou Barbosa.  O consórcio do Sistema Brasileiro de TV Digital, acrescentou, foi criado em 2003, com a participação de universidades de todo o país, que desenvolveram estudos sobre o tema ao longo dos últimos quatro anos.

O assessor informou ainda que a segunda reunião com os técnicos japoneses, para tratar da implementação do sistema, está marcada para os dias 24 a 26 de abril ? a primeira ocorreu em outubro do ano passado. Ele explicou que no mês de março 18 técnicos brasileiros, da indústria e das universidades, passarão duas semanas em treinamento no Japão, para aprender sobre a implementação do padrão japonês, escolhido para modular o sistema digital brasileiro.