O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) passou a ocupar oficialmente sua sede própria em Curitiba. O novo endereço é o histórico palacete Leão Júnior, na Avenida João Gualberto, 570. A inauguração na noite de terça-feira (7) teve a participação do governador Roberto Requião.

O governador destacou a luta da qual participou para evitar o fechamento da instituição. "Foi no governo Collor, quando havia um movimento para minimizar o Estado". Na época, recordou, ele e os governadores Wilson Klein (SC) e Alceu Colares (RS) lutaram juntos para evitar a extinção do banco.

O diretor presidente Lélio Antunes de Sousa considerou uma grande vitória a manutenção da instituição como patrimônio dos três estados do Sul. Também fez referências ao retorno do banco ao palacete e informou ainda que, até 30 de novembro, o banco movimentou R$ 600 milhões em projetos.

O diretor financeiro Amadeu Geara também ressaltou o desempenho positivo da instituição nos dois últimos anos. Segundo ele, a inadimplência caiu e o número de consultas ao banco aumentou. "Em relação ao primeiro semestre de 2002, o desempenho do primeiro semestre de 2004 cresceu 170%", afirmou.