São Paulo (AE) – O mercado brasileiro de anúncios via internet, que deve ultrapassar US$ 100 milhões este ano, atraiu a atenção do Google, líder de buscas na rede. A empresa está na fase final de estruturar sua presença no Brasil, e o objetivo é abocanhar uma boa fatia do bolo. "Queremos mostrar ao mercado que, além de ferramenta de buscas, o Google é uma ferramenta de negócios", afirmou o diretor-geral da empresa no Brasil, Alexandre Hohagen, ex-HBO e ex-UOL.

A empresa vai fechar o mês com cerca de 20 funcionários locais, sem contar os que vieram da mineira Akwan para formar o centro de pesquisa e desenvolvimento para a América Latina, que responde diretamente ao Departamento de Engenharia do Google, em Nova York. A sede da companhia nos Estados Unidos é em Mountain View, na Califórnia. Além de formar a equipe, uma das primeiras tarefas de Hohagen é escolher o local para o escritório local da empresa, em São Paulo.

O principal produto do Google são os links patrocinados, pequenos anúncios de texto que aparecem ao lado dos resultados das buscas, no Google, ou ao lado de conteúdo em sites de parceiros. Os anúncios estão sempre relacionados ao assunto que o internauta está buscando ou sobre o qual está lendo. O grande concorrente é o Yahoo, dono da Overture.

O Google tem 18 milhões de usuários únicos por mês no Brasil. No ranking do Ibope, está em terceiro lugar em audiência. Somado ao Orkut, site de relacionamento que controla, passa a primeiro. Os brasileiros são 74,6% dos usuários do Orkut sem contar aqueles que declaram nacionalidade diferente da real.

Por que tanto sucesso? "Toda vez que um brasileiro passa pela matriz perguntam por que o Orkut faz tanto sucesso aqui", disse Hohagen, que recentemente passou por um treinamento em Mountain View. "Não existe uma resposta científica. Ouvi as mais variadas teorias, até que o primeiro brasileiro a receber um convite para o serviço era muito bem relacionado." Ou seja, é um mistério até para eles.

Hohagen afirmou que não existe nenhum plano em andamento para ganhar dinheiro com o Orkut. "Qualquer pessoa que conhece o serviço tem três ou quatro idéias sobre como lucrar com o Orkut" destacou Hohagen. "Mas existem certas atividades do Google que são para ganhar dinheiro e outras não." A fonte de receita que sustenta toda a operação são os anúncios.

Nos Estados Unidos, os links patrocinados respondem por 40% do mercado de anúncios na internet. Aqui, ainda não existem indicadores consistentes. "Em 2 ou 3 anos, acho que conseguimos alcançar o mesmo nível", afirmou Emerson Calegaretti, gerente sênior de Vendas do Google Brasil. "É um mercado de US$ 40 milhões."

Hohagen negou que seja concorrente dos portais locais: "Criar conteúdo não é nossa vocação". Entre seus clientes está o Terra.