A ministra em exercício do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Márcia Lopes, fará nesta quarta-feira (29) a abertura da oficina Os municípios e o SUAS: um novo modelo de organização da assistência social no Brasil.

O encontro faz parte do Seminário Internacional Federalismo e Desenvolvimento, promovido pela Associação Brasileira de Municípios (ABM). Estão programadas também palestras da diretora de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), Simone Albuquerque, e da assessora da Secretaria Nacional de Assistência Social, Luziele Tapajós.

O Seminário Internacional Federalismo e Desenvolvimento, em comemoração aos 60 anos da ABM, começou na segunda-feira (27) e tem como proposta a troca de experiências sobre sistemas federativos e a organização dos municípios em diferentes países.

No Brasil, o Sistema Único de Assistência Social foi criado a partir da Constituição de 1988 com a missão de organizar as ações e serviços assistenciais em todo o país. Para isso, governos federal, estaduais e municpais devem trabalhar em conjunto.

Atualmente, por meio desse sistema, o governo atende e monitora a atenção dada à cerca de 60 milhões de brasileiros, principalmente idosos, famílias de baixa renda e pessoas com problemas de saúde, além de crianças e adolescentes em situação de risco social.