Responsa- bilidade Civil na Gestão da Qualidade – Uma estratégia multidisciplinar de prevenção do dano. Autores: Carlos Afonso Leite Leocadio, Edgard Pereira de Cerqueira Neto e Luizella Giardino Barbosa Branco. Lançamento da Editora Forense.

A ?Qualidade e sua Gestão”, há muito vêm ocupando a atenção dos administradores, homens de negócios e profissionais de diversas áreas que, conscientes do relevante papel que essa ciência desempenha no mundo contemporâneo, vêm aplicando sistematicamente suas normas e convenções como forma de garantir sua eficiência e permanência em um mercado cada vez mais exigente e competitivo. A inovação deste livro, contudo, passa pela meritória percepção dos autores em associar esse tema, já amplamente conhecido, à Responsabilidade Civil, disciplina inafastável de todas as formas de atividade econômica existentes.

Meio Ambiente

Direito do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais v.1, de Américo Luís Martins da Silva. Lançamento: Revista dos Tribunais

A presente obra é composta de três volumes e foi elaborada visando a oferecer uma análise profunda de todos os conceitos, princípios, características e questões que dizem respeito aos institutos do Direito do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais, bem como às normas jurídicas que o disciplinam e sistematizam. Este primeiro volume apresenta noções gerais de meio ambiente e recursos naturais e também de impacto ambiental. Traz uma introdução ao direito do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais, tratando também das normas constitucionais pertinentes. Ao final, traz estudo completo da Política Nacional do Meio Ambiente e do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama), além de um abrangente exame do licenciamento, zoneamento e responsabilidade ambiental.

Latim

Latim – Língua e Direitos Vivos – Síntese para Operadores do Direito, de Carlos Bachinski. Lançamento Juruá Editora.

O propósito deste trabalho é orientar, ou tentar orientar, direcionadamente, o estudante da Faculdade de Direito. De forma clara e sintética, num primeiro passo, são revelados aspectos indispensáveis da língua latina. Ela é importantíssima: disciplina e inteligência e facilita o conhecimento das línguas neolatinas. Em razão de sua clareza, vigor e concisão, é instrumento imprescindível para juristas, advogados, delegados, juízes e membros do Ministério Público. O português, é preciso que se tenha consciência, é a sobrevivência do latim vulgar, do latim das camadas populares: sermo vulgaris sermo urbanus, sermo civilis. Conhecer a língua latina é conhecer o português. Conhecer a língua latina é conhecer a língua jurídica, portanto, jamais morrerá.