O presidente nacional do PT, José Genoino, fez duras críticas há pouco, em nota do partido, ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que neste final de semana declarou à imprensa que "o governo parece peru bêbado". Em nota oficial distribuída à imprensa, Genoino acusou o ex-presidente de estar "tomado pelo despeito e pela inveja das realizações do governo Lula", e que seu único objetivo com estas declarações seria antecipar a disputa eleitoral de 2006 para este ano, "atitude que além de atrapalhar o País, visa dificultar a governabilidade".

Genoino afirmou também que a postura de FHC não apenas é de "inadequação ou arrogância" para um ex-presidente, mas também "um ato grosseiro de provocação explícita" em relação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Parece que o seu objetivo consiste em insuflar artificialmente uma suposta crise institucional, já que havia declarado anteriormente que o País se encaminhava para um ambiente com estas características. Se esta é a sua intenção, trata-se de uma irresponsabilidade política", disse ele