enkontra.com
Fechar busca

Notícias

Fusão cria distribuidora com faturamento de R$ 4,3 bilhões

  • Por Agência Estado

Rio – Uma nova distribuidora brasileira de combustíveis, com faturamento anual de R$ 4,3 bilhões, nasceu da fusão entre a empresa mineira Ale e a potiguar SAT. A AleSat, cujo início das operações foi anunciado hoje (5) no Rio, conta inicialmente com 1.100 postos em 20 Estados. O objetivo é atingir 1,8 mil postos em 2010, com investimentos de R$ 125 milhões em 4 anos.

Para os consumidores, nada muda nas aparências. As duas marcas vão continuar com bandeiras separadas e o nome AleSat só será incorporado nos postos caso uma pesquisa que será realizada aponte boa aceitação de fornecedores e consumidores. Por outro lado, a SAT vai expandir seus negócios para além das fronteiras do Norte e Nordeste, enquanto a Ale, que atua sobretudo no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, chegará a essas regiões.

O presidente do conselho de administração da AleSat, Jorge Cavalieri, disse que o negócio tem como principal objetivo ganhar escala e presença no processo de consolidação do mercado nacional. Ele adiantou que a empresa deverá negociar ações em bolsa, mas ainda não há um prazo definido.

A AleSat chega ao mercado na sexta posição no ranking nacional com 3,7% de participação e comercialização de 2,5 bilhões de litros de combustível por ano. Cavalieri disse que a meta é aumentar a distribuição para 3,5 bilhões de litros anuais até 2010, elevando a fatia de mercado para 5%, quando o faturamento da nova empresa deverá atingir cerca de R$ 6 bilhões

Com a fusão, a Ale e a SAT passam a atuar, juntas, em 22 Estados. Hoje, as duas empresas estão em 20 Estados e juntas chegarão a Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Cavalieri disse que não houve investimentos no processo de fusão, que consistiu apenas numa troca de ações entre acionistas da Ale e da SAT – cada uma ficou com uma fatia de 50% da AleSat.

O presidente-executivo da AleSat, Marcelo Alecrim, disse que o local da sede da nova empresa ainda não foi definido, mas há conversas com representantes dos Estados do Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Alecrim explicou que, para definição dos locais que receberão os 700 novos postos da AleSat que serão instalados até 2010, será feita uma avaliação de quais pontos poderão resultar em melhor retorno para a empresa.

A Ale e a SAT foram fundadas em 1996, estimuladas pela abertura do mercado brasileiro de combustíveis. A Ale Combustíveis integra o Grupo Asamar, que atuava na área cimenteira antes de se dedicar ao ramo de petróleo e atualmente tem negócios também nas áreas de empreendimentos imobiliários e reflorestamento.

A SAT tem sede em Natal (RN), integra o grupo Caraú e tem parceria com o fundo de investimentos norte-americano Darby, líder no segmento de fundos de private equity nos Estados Unidos O presidente do Darby, Richard Frank, disse que pretende aumentar os aportes na AleSat, mas não quis adiantar quanto ou quando isso ocorrerá.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas