Brasília – Pelos cálculos da Receita Federal na Operação Dilúvio nesta quarta-feira (16), as empresas do grupo que fraudavam importações movimentaram mais de US$ 1,1 bilhão e sonegaram pelo menos US$ 500 milhões em tributos federais aduaneiros nos últimos quatro anos.

"Se fizermos o raciocínio inverso vai mostrar quantos empregos deixaram de ser gerados por conta disso, são 20 mil empregos pelo menos", destacou o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, que compareceu à entrevista coletiva sobre a operação.

Mais de mil policiais federais e servidores da Receita Federal desencaderam a megaoperação em oito estados e também em Miami, nos Estados Unidos, para desarticular o maior esquema de fraudes no comércio exterior já identificado no país. Pelo menos 79 pessoas já foram presas por envolvimento com as fraudes.