Mogi das Cruzes – Os debates do Fórum Mundial da Educação Alto Tietê começam hoje (14) com o tema Educação: protagonismo na diversidade e quatro eixos temáticos: Educar para a sustentabilidade do planeta; Protagonismo: responsabilidade social na educação contemporânea; Prática em educação: os cenários da diversidade e Políticas Públicas em educação: efetivando e concretizando direitos.

Para a diretora de Relações Institucionais do Instituto Paulo Freire, Salete Valesan Camba, o tema principal do fórum é muito propício. ?Nós temos aqui uma novidade que é a temática protagonismo na diversidade, um tema que está sendo discutido mundialmente, também muito próximo das questões locais e da forma como este encontro do Alto Tietê foi organizado e está acontecendo.?

De acordo com a secretária executiva do fórum, Andréa Souza, os eixos temáticos foram definidos pela Comissão de Metodologia e Temática. ?Depois de vários diálogos, saíram quatro eixos priorizando a sustentabilidade, o protagonismo, políticas públicas e a diversidade.?

Segundo a secretária, o encontro é composto de movimentos, marcha cultural, conferências autogestionadas, painéis temáticos, fórum infanto-juvenil, festa das nações, feira mundial de educação, entre outros eventos.

Para o membro do Comitê Internacional do Fórum Mundial da Educação Alessio Surian, que é italiano, o Fórum Mundial da Educação Alto Tietê tem algumas novidades. ?Diferente de outras edições e de outros países, há um papel mais importante das prefeituras, já que são 11 cidades envolvidas na organização. E se vê uma colaboração muito grande entre os diferentes institutos educacionais.?

Os 11 municípios que fazem parte do fórum são Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzando. Os municípios ficam na Região do Alto Tietê, banhada pelo Rio Tietê, que tem sua nascente em Salesópolis e passa pela capital paulista.

O Fórum Mundial da Educação Alto Tietê ocorre de hoje (13) a domingo (16) na cidade de Mogi das Cruzes e os eventos serão realizados de forma simultânea em diversos pontos da cidade, como nas universidades, em várias escolas e no Ginásio Municipal. Antecedendo a abertura oficial do fórum, uma marcha cultural foi realizada ontem (12) na parte da tarde e reuniu cerca de 5 mil pessoas, segundo estimativa da assessoria de imprensa da Secretaria Executiva do Fórum.