Arquivo / O Estado
Arquivo / O Estado

O atual presidente, Giovani Gionédis, deve tomar posse no próximo dia 5, visando o retorno do clube à Série A do Brasileirão.

O empresário José Antonio Fontoura, o Tico Fontoura, anunciou hoje que não vai recorrer da decisão judicial que manteve o resultado das eleições para o conselho executivo do Coritiba. Com isso, o atual presidente, Giovani Gionédis, que se reelegeu com a diferença de um voto, toma posse no próximo dia 5, tendo como meta prioritária o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro.

Fontoura havia recorrido ao conselho administrativo do clube, que o declarou vencedor. Ele alegou que os diretores precisariam ter-se licenciado para poderem votar. Mas o presidente conseguiu uma liminar na 5ª Vara Cível de Curitiba que validou o resultado das eleições.

Fontoura disse que não esperava "altruísmo" por parte da chapa adversária de reconhecer a sua chapa vencedora e nem via condições para qualquer composição, por isso alguém precisava renunciar para "não prejudicar a vida regular do Coritiba".