O valor real da folha de pagamento da indústria registrou queda de 1,2% em dezembro ante novembro, no quarto resultado negativo nessa base de comparação. Em relação a dezembro de 2004, houve aumento de 0,7%. Segundo o documento de divulgação do IBGE, houve "desaceleração no ritmo de expansão da massa salarial dos trabalhadores da indústria", já que no quarto trimestre de 2005, em relação ao mesmo período do ano anterior, houve crescimento de 1,8%, menor do que os 3,9% de crescimento registrados no terceiro trimestre.

Além disso, o indicador de média móvel trimestral também apresentou retração (-1,1%) entre os trimestres encerrados em novembro e dezembro. Apesar da desaceleração, a folha real industrial registrou aumento acumulado de 3,4% em 2005 ante o ano anterior.