Foi registrado, no último mês de dezembro, um aumento de 151,2% no número de argentinos que entraram no país pela estrada em relação ao mesmo mês de 2002. Foram 31,5 mil turistas cruzando a ponte internacional no período, segundo a Gendarmería Nacional da Argentina, órgão responsável pelo controle da imigração aduaneira em Paso de los Libres, que faz fronteira com Uruguaiana (RS). Na temporada, mais de 2,5 mil veículos e 337 ônibus turísticos entraram pela cidade, considerada a principal rota terrestre de argentinos no sul do Brasil.

Por via aérea, esse fluxo também se destaca: dos 42 novos vôos charters vindos de 14 países para o Nordeste no verão 2003-2004, aqueles com procedência da Argentina estão em maior número em relação aos outros. São 10 novos vôos, quando no ano passado foram somente dois. Entre outros fatores, esse aumento é resultado da consolidação do destino Nordeste e da parceria entre a EMBRATUR, Infraero e CTI-NE (Comissão de Turismo Integrada do Nordeste) pela promoção do Brasil no exterior.

A retomada das viagens dos turistas argentinos, historicamente os que mais visitam o Brasil, é reflexo do período de pós-crise no país, já praticamente com a economia restabelecida. A Diretoria de Estudos e Pesquisas da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) estima um aumento de 25% na entrada total de argentinos no Brasil no ano de 2003.