Em um jogo disputado sob forte chuva e vento, o Figueirense derrotou o Juventude por 1 a 0 e aproximou-se da zona de classificação para a Taça Libertadores da América. O time catarinense ocupa provisoriamente o sétimo lugar, com 49 pontos, um a menos que o Paraná, o quinto colocado. A equipe gaúcha permanece em 13º lugar, com 42 pontos. Foi a quinta vitória do Figueirense em seis confrontos contra times gaúchos no Campeonato Brasileiro deste ano.

O primeiro tempo do jogo foi bastante fraco, sem muitos lances de perigo. O Figueirense começou pressionando e quase marcou aos quatro minutos, quando Cícero cabeceou após cobrança de escanteio e a defesa do Juventude salvou em cima da linha. Jogando contra o vento e no esquema 3-6-1, o time gaúcho marcou forte e equilibrou a partida a partir dos 15 minutos, encaixando bons contra-ataques. Mesmo assim, não criou chances claras de gol.

No segundo tempo, o Figueirense novamente pressionou no início, mas sem levar muito perigo ao gol do Juventude. A equipe gaúcha intensificou a retranca e se arriscou pouco no ataque. Com as entradas de Tucho e Rodrigo Paulista, o Figueirense melhorou e conseguiu marcar aos 34 minutos: Tucho cobrou falta na cabeça de Schwenck, que fez o 12º gol dele na competição, dando a vitória ao time catarinense. Na próxima rodada, o Figueirense enfrenta o São Caetano fora de casa, e o Juventude recebe o Grêmio em Caxias do Sul.